Redes sociais
Nos siga e fique sabendo

Operação Integrada das Polícias


Publicado em: 12/03/2019 12:37
Fonte/Agência: Gazeta Centro-Sul
Autor: -
Operação Integrada das Polícias

- Antônia Teixeira

Na tarde dessa sexta-feira, 8, foi realizada a solenidade de abertura da Operação Integrada – Brigada Militar; Polícia Civil; Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Mobilidade Urbana de Guaíba e de Eldorado do Sul. O evento aconteceu na Rua Serafim Silva, Centro de Guaíba.
O objetivo da Operação é unir forças no combate ao crime.

Execução com 17 tiros no Bairro Alegria
Por volta das 21h50 do sábado, 2 de março, quando o clima era de festa e carnaval no País, um crime chocante aconteceu na Rua Dona Lúcia, Bairro Alegria, Zona Sul de Guaíba.
Uma Pick up Fiat Strada, placas da cidade de Tubarão (SC), com um casal no interior (motorista e carona), estacionou em frente a uma casa onde havia um encontro familiar. Segundo testemunhas, depois de uns dez minutos, um veículo grande surgiu de repente, em alta velocidade, vindo do fundo da via em direção à Rua Adão Foques. Ao chegar próximo à Pick up estacionada, um homem desceu, teria ordenado que a mulher saísse do carro e logo disparado vários tiros de pistola, à queima roupa, no motorista.
A vítima foi identificada como Cristiano Carvalho Serati, 38 anos. Ele foi encaminhado ao PA de Guaíba, no próprio carro, por um homem (o nome não foi divulgado) que teria surgido no local do crime. Conforme registro no Pronto Atendimento, Cristiano já chegou sem vida, com 17 perfurações de arma de fogo no corpo.
O atirador retornou ao carro, onde o motorista e outro homem o aguardavam com o motor ligado, e os três fugiram em disparada.
A mulher de Cristiano não se feriu. Ela teria dito que estavam no local aguardando para fazerem uma mudança (os detalhes não foram divulgados). Os moradores da Rua Dona Lúcia disseram não conhecer a vítima, tampouco identificaram o carro e o autor dos disparos. Um clima de tensão e medo contagiou a todos.
A Polícia investiga este crime violento ocorrido na noite do sábado de carnaval.
No domingo, 3, e na segunda-feira, 4, dois homens deram entrada no PA de Guaíba feridos a tiros. Ambos receberam os primeiros socorros e foram encaminhados, em estado regular, para o Pronto Socorro de Porto Alegre.

Jovem segue desaparecido
O jovem Cristian Fortes Camargo, 20 anos de idade, continua desaparecido. Ele saiu de casa para trabalhar na tarde de sábado, dia 2 de fevereiro, em Guaíba, e não retornou mais.
A família segue angustiada, em busca de notícias do Cristian, que estava trabalhando como motoboy e não tinha passagens pela Polícia.
Quem tiver alguma informação sobre o Cristian Camargo deve ligar para a Polícia Civil.

Arma e Drogas na Vila
Em operação de abordagem, revista e identificação, a Brigada Militar de Guaíba recebeu informação de que indivíduos estariam traficando na Travessa E, Vila Nova Guaíba, local conhecido como ponto de tráfico. De acordo com a BM, quando a viatura chegou no local, os indivíduos correram para o interior da residência, onde foram acompanhados e identificados. Com eles, foi encontrado um revólver calibre 38, marca Taurus, dez munições calibre 38; duas munições calibre 7.62; 17 pinos de cocaína, 101 gramas de cocaína prensada; quatro torrões de maconha (aproximadamente 500 gramas); 23 pedras de crack e R$ 58,00.
Foi dada voz de prisão aos indivíduos, e os mesmos foram conduzidos ao PA para exames e, posteriormente, à Delegacia de Polícia.
Presos suspeitos de furtar bancos por meio de buracos na parede
Os autores de terem entrado duas vezes na agência do BB de Guaíba (março de 2018 e janeiro de 2019) por meio de buracos na parede podem ter sido identificados pela Polícia Civil.
Nessa sexta-feira, 8, dois indivíduos foram presos por suspeita de integrarem um bando especializado em furtos a bancos no RS. A Polícia cumpriu dois mandados de prisão preventiva e cinco de busca e apreensão em Porto Alegre e Cachoeirinha. Dois suspeitos seguiam foragidos até o fechamento desta edição.
Os suspeitos são acusados de arrombar uma agência do Santander, em Porto Alegre, da mesma forma utilizada na agência do BB de Guaíba: abrindo buraco na parede. A Polícia revelou que o grupo é especializado em acessar os cofres dos bancos rompendo paredes com ligação aos cofres, acessando, muitas vezes, imóveis vizinhos desocupados.

Investigação apura suposta fraude em licitações na CRM
Na quinta-feira, 7, a Polícia Civil do RS deflagrou a Operação Cinerum, com o objetivo de apurar a prática, em tese, de crimes de fraude licitatória e associação criminosa praticados em detrimento dos cofres públicos da Companhia Riograndense de Mineração (CRM).
Aproximadamente 50 policiais civis cumpriram dez mandados de busca e apreensão na sede da CRM, bem como em outros nove endereços residenciais e empresariais nos municípios de Alvorada, Butiá, Charqueadas, Minas do Leão e Porto Alegre.